Comercio acumula R$ 124,7 bilhoes em perdas com covid-19
 

O avanço da pandemia da covid-19, provocada pelo novo coronavírus, no país tem feito as pessoas a se isolarem em suas casas e o comércio já contabiliza perdas de quase 60%, de acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e de Turismo (CNC). As perdas no comércio em sete semanas de pandemia somam R$ 124,7 bilhões, segundo dados da entidade divulgados nesta quarta-feira (13/05).

Mesmo com o aumento da utilização do comércio eletrônico o faturamento do varejo encolheu 56% em relação ao período antes da pandemia. Os dados compreendem ao período de 15 de março até 2 de maio, conforme o levantamento da CNC. “O início da sequência de perdas semanais coincide com a implementação de diversos decretos estaduais e municipais determinando a interrupção parcial ou total dos estabelecimentos comerciais e, consequentemente, significativas restrições ao consumo presencial — modalidade preferencial de consumo por parte da população”, informou a entidade.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), também divulgada hoje, mostram que o volume de vendas do varejo recuou 2,5% em março, na comparação com fevereiro, descontados os efeitos sazonais. É a maior queda para os meses de março desde 2003, quando o recuo foi de 2,7%.

 
Fonte: Correio Braziliense

Galeria de imagens:

Av. XV de Novembro, nº 371, Edifício Ermacenter, 8º andar, sala 803
JOAÇABA-SC  CEP: 89600-000
Fone/Fax: (49) 3522-0382

sindilojas@sindilojasmeiooeste.com.br
© 2010 - Sindilojas Meio-Oeste Todos os direitos reservados.